top of page

Canabidiol: um novo aliado na fisiatria


Elementos do canabidiol
Tratamento com canabidiol na fisiatria

O canabidiol, também conhecido como CBD, é um composto químico encontrado na planta Cannabis sativa. Nos últimos anos, o CBD vem sendo estudado por suas potenciais propriedades terapêuticas, incluindo o uso na fisiatria.


Na fisiatria, o CBD pode ser usado para tratar uma variedade de condições, incluindo:

  • Dor crônica: O CBD tem demonstrado ser eficaz no alívio da dor crônica, incluindo dor lombar, dor muscular e dor neuropática;

  • Inflamação: O CBD tem propriedades anti-inflamatórias que podem ser úteis no tratamento de condições inflamatórias, como artrite, fibromialgia e esclerose múltipla;

  • Espasticidade: O CBD pode ajudar a reduzir a espasticidade muscular, que é uma condição comum em pessoas com lesões na medula espinhal ou esclerose múltipla;

  • Náusea e vômito: O CBD pode ser usado para tratar náusea e vômito induzidos por quimioterapia ou radiação.

Além desses benefícios, o CBD também pode ajudar a melhorar a qualidade do sono, reduzir o estresse e a ansiedade, e melhorar a função cognitiva.


Malefícios do tratamento com canabidiol

Embora o CBD seja geralmente considerado seguro, alguns efeitos colaterais leves podem ocorrer, como:

  • Fadiga;

  • Boca seca;

  • Diarreia;

  • Tontura.

Em casos raros, o CBD pode causar efeitos colaterais mais graves, como:

  • Reações alérgicas;

  • Interações medicamentosas;

  • Alterações de humor.


Conclusão:

O canabidiol é uma substância promissora com potencial para o tratamento de uma variedade de condições na fisiatria. No entanto, é importante ressaltar que mais pesquisas são necessárias para confirmar a segurança e a eficácia do CBD no tratamento de condições crônicas.


Antes de iniciar o tratamento com canabidiol, é importante consultar um médico para discutir os benefícios e os riscos potenciais.

留言


bottom of page